DIA 3 - Livro Favorito Quando Criança

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Chegou a parte complicada. Lembrar de livros da infancia! Eu contei que comecei a ler aos 5 anos, mas não contei que antes disso minha mãe me enchia de livros infantis, alguns existem até hoje. Todo mes (é claro que lembro dela contar, não do fato em si) ela ia ao centro para pagar o aluguel da nossa casa e eu com meus 3 ou 4 anos ficava na casa da minha avó. Minha mãe perguntava o que eu queria que ela trouxesse da rua, um livro ou um bombom? Eu escolhia o livro! Na prática eu tenho contato com livros desde bebezinha

Então como o gosto por literatura foi congênito (mamãe também é leitora voraz), meus pais tentaram comprar para mim uma coleção de livros infanto juvenis. Dentre eles, alguns eu só consegui ler mais tarde porque eram mais juvenis do que infantos. Penso que critério da época (Ano passado, viu gente?) para classificar como infanto juvenil era se tinha palavrão (bunda era palavrão) ou referências a sexo mesmo que veladíssimas, não necessariamente um conteúdo adequado ao gosto infantil.

Então que dentre os livros acessíveis a minha pessoinha, um livro do Lewis Caroll com a clássica e conhecidíssima Alice no País das Maravilhas e o lado Bezíssimo Alice no País dos Espelhos. Adivinha qual o meu favorito?

Alice no País dos Espelhos! Por que? Era o meu primeiro livro de verdade, com capa dura e tudo; a história da Alice no Pais das Maravilhas era badalada e no País dos Espelhos não; anos mais tarde assisti ao filme na sessão da tarde e achei lindo e por último eu acho a história menos "viagem de drogas" do que a da Alice no País das Maravilhas. Aquele gato e o coelho eram piração demais até pra crianças!

1 comentários:

Aline Aimée disse...

Uau!
Livro de respeito!
Mas só o li adulta!
O meu era de criancinha mesmo!
rsrs

Beijoca!