segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Recentemente e por acaso, descobri um blog que particularmente me surpreendeu. A blogueira é um a jovem de 16 anos. Pelo que escreve, você jura que tem mais. Bem mais. Nada de "linguagem" cheia dos axus,  meos e outras coisas descoordenadas. Fala de moda e  maquiagem? Fala, sim. Sem excessos, sem frescuras


Foi no blog Depois dos Quinze que li um texto que eu não escreveria melhor. E por ser muito verdadeiro e bem escrito, o post hoje vai ser uma cópia. Lógico que com os devidos créditos e autorização da autora!


Sobre Um Novo Ano



Bruna Vieira – Depois dos Quinze

Certa vez me avisaram sobre o quanto as mudanças podem assustar alguém. Sobre o quanto pode ser difícil respirar o amanhã, quando o ontem ainda circula em nossas veias. Sobre o quanto o passado confunde e o futuro enlouquece.

Algumas pessoas preferem correm para longe, outras se esconder dentro de si mesmas, e independente da distância ou da maneira de refúgio, enfrentar o que foge do nosso controle pode ser muito amedrontador. A realidade uma hora ou outra acaba nos ensinando que viver é perder e encontrar controle, a cada segundo, em cada esquina.

O fato é que somos todos feitos de lembranças, algumas que trazem dor e nostalgia, outras que nos fazem rir em domingo cinza qualquer. Nós nunca conseguiremos controlar o tempo ou mudar pessoas. A atitude é sempre a única saída que nos resta, a única maneira de dizer ao futuro o quanto ele ainda nos pertence.

Se tem uma coisa que eu aprendi esse ano, é que a vida infelizmente ou felizmente não é como nesses filmes e séries, onde o mocinho foi feito para a mocinha e independente do que aconteça, os dois terminaram sempre juntos e felizes.

Na vida real as temporadas não acabam e os personagens são renovados a cada segundo. Ninguém precisa de obrigatoriamente ninguém pra ser feliz, e que basta um simples tic tac do relógio para que antigas feridas cicatrizem e novos e verdadeiros sorrisos se abram. Ninguém é totalmente vilão ou totalmente mocinho na vida real. Tudo é relativo.

Em meio a tantas incertezas e suposições, aqui vai uma verdade: A solidão e a felicidade não caminham felizes por muito tempo. Sabemos o quanto a vista de cima do muro é agradável, mas viver da adrenalina da altura não te faz mais forte. Não hesite em escolher o que o seu coração mandar: Mande a mensagem ou apague de vez da sua lista telefônica.

-

Sei que ainda falta um tempo para o ano novo, mas quero fazer um pedido e um acordo com todas vocês:

Ano novo é época de renovação, de deixar no passado o que já morreu e de plantar novas sementes – sem tantas expectativas se possível – para colher bons frutos. Não deixem que nada nem ninguém abale e estrague os os futuros 365 dias de suas vidas. Bom… Por hoje é só, mas se precisarem de alguma coisa, to sempre por aqui (ou ali @depoisdosquinze).



2 comentários:

Betty Gaeta disse...

Oi Val,
Realmente a garota escreve bem e sabe o que diz. eu tenho tido ótimas surpresas aqui na net, vc já leu o marcos Aquino? Ele tb tem 16 anos e é ótimo.
Parabéns pela sua escolha.
Bjkas e uma ótima 5ª-feira para vc.

http://gostodistonew.blogspot.com/

Haylla disse...

Oiê ^^
Vim aqui te desejar um feliz ano novo, que 2011 seja repleto de saúde e paz para você e sua familia!!
Um xerinho bem grande flor.

www.lojazart.blogspot.com