SOBRE O POST FINAL

segunda-feira, 9 de maio de 2011

 De manhã eu me despeço. No fim do dia estou de volta. Não, não me arrependi. Talvez me arrependa e deixei isso aberto.
Eu quero explicar minha decepção. Não seria justo que quem me acompanha ficasse no escuro. Ta pensando o quê? Tem gente que me lê!

Não se passaram 2 meses da morte do Sam e hoje perco meu gato mais amado, o Max (antes ainda tive que conviver com o sumiço da Maria, uma gatinha linda, doce, tudo de bom)
Fiquei fora no sábado voltando somente ontem por volta de 11h, quando descubro o meu bebê precioso embaixo do sofá. Engraçado como quem AMA os animais vê alem das aparências. Só de ter visto ele entrar no sofa e não sair me chamou a atenção. Só de pegar nele esperava o pior.
E o pior veio.
Do dia pra noite ele morreu. De novo, pintaram comigo! Dessa vez nem pedi muito, nem prometi, nem implorei. Não adianta!
O Max foi envenenado aos 7 meses. Passou vários dias fora de casa chegando a ficar 3 meses longe. Eu já corri o bairro altas horas miando por ele, e fui enxotada por moradores confusos. E de repente ele voltou! Voltou com o narizinho rosa, ganhou corpo e ficou lindão (tinha os olhos tão verdes....). Parou de sair, de jogar a casa no chão pra fugir de noite e dormia todas as noites em casa conosco, lambendo os amigos e separando as brigas.
Mas hoje acabou o clã dos guaxinins. Adeus meu gato Alfa que separava as brigas e tomava a fêmea.
Macudo se foi e o “E SE” me consome. “E SE” eu tivesse voltado no sábado, “E SE”  foi a diarréia crônica que o levou e eu não tentei outros veterinários, E SE a CULPA FOI MINHA...
Doeu enterrar e esta doendo mais não poder enterrar. Eu optei pela necropsia. O Macudo eu perdi para sempre, mas por meio dele talvez possa manter os outros comigo. A ideia de que meu lindo, meu amado, meu doce filhinho esta sendo retalhado...

 Macudo no dia que nasceu! (Oh, desespero! Nem espera o bichinho crescer!)
 Macudolino com 6 meses (meu gatão adolescente)
Max com um pouco mais de um ano (Olha a marca de unha no nariz! Macho alfa tem esses problemas)

6 comentários:

Ro Malet disse...

Ai xuxu, fiquei ausente um tempo e mais coisas chatas acontecem! Eu sinto muito mais uma vez.
Não sei o que te dizer, mas quero que saibas que estou aqui, se quiser desabafar ou qauluqer coisa me manda um e-mail: rosane.malet@gmail.com. Amo meu cachorrinho e sei o que é amar nossos bichinhos, entendo sua dor.
Beijos co carinho.

Betty Gaeta disse...

Oi Val,
que coisa triste! Tenho 6 gatos (todos castrados, mas mesmo assim saem de casa) e não sei como ficaria se acontecesse algo assim com minhas crianças!
Bjkas e uma ótima 3ª-feira para vc.

www.gosto-disto.com

Ro disse...

Ai Flor , a dor da perda sempre leva a um sentimento de impotencia e culpa injustificada.
Nunca que você deixaria de procurar o melhor pros seus babys.
E se você tivesse demorado mais e não tivesse tido tempo de se despedir?
A vida é isso , partidas e despedidas.
Mas o amor que vocês dividiram é o que faz a viagem valer a pena.
Que Deus lhe dê paz , porque força eu sei que você tem.
Mil beijos

Maricota cara de ricota disse...

Olá Val!
quantos gatinhos mais fofos...
bjoca

Fernanda Abatepaulo Linhares Guimarães disse...

Sou muito solidária à dor de tuas perdas....Perdi minha cachorrinha, de 16 anos, há 6 meses...A dor e a saudade ainda são avassaladoras...Realmente, só quem ama os animais compreende a importância deles em nossas vidas...

Aline Aimée disse...

Puxa, que tristeza.
Sou apaixonada por gatos!
Tenho duas!
Perdi um bebezinho amado pro cancer, sei como é essa dor.
Amiga, moro numa casa toda telada e não deixo as gatas saírem.
Só pra tomar sol no quintal, com a nossa supervisão.
Tenho uma gata preta (cor mitológica pra quem naõ curte gatos), vizinhos com cachorros e pássaros, gente ruim que põe veneno.
Sei que elas estão mais felizes e seguras em casa. Recebem muito carinho.
Minha sogra mora numa área rural e deixa seus gatos soltos. Nem a distância e o gde espaço impediu que seus gatos fossem envenenados.

Te desejo muita força pra encarar esse momento!
Beijo e coçadinha nos gatinhos!
<3