PRESIDENTA, O CACETE!

segunda-feira, 20 de junho de 2011


Eu não sou boazinha e minha cara de pamonha tranquila é pura fachada. No fundo sou um vulcão, bem nervosinha, um “Saraiva”de saias.

E algumas bobagens me irritam tanto que me sinto como os cachorros de Pavlov. Toda vez que toca um sininho eu salivo, de raiva! Um dos sininhos que andam me fazendo espumar é essa bobagem da PRESIDENTE Dilma, se intitular presidenta!

Ha algumas controvérsias sobre o uso desse feminino. Alguns autores reconhecem a flexão, outros  afirmam  que existe uma forma comum, tanto para o gênero masculino quanto para o feminino, os chamados substantivos comuns de dois gêneros, tais como: o artista - a artista; o jovem - a jovem; o estudante - a estudante.

O fato é que eu acho a expressão HORROROSA! Imagine se aplicamos isso às demais: estudanta, generala, artisto... Terrível!

Imagine eu, empregada pública, assistindo a uma teleconferência a respeito de mudanças no estatuto da Empresa pública e ouvindo: presidenta, presidenta, presidenta.... O sininho tocava e eu espumava....Não esmurrei ninguém porque o almoço veio na sequência, então pude compensar a dor dos meus ouvidos saboreando pasteizinhos e carne de porco.

E não vejo sentido em  querer ressaltar o fato de que o posto esta sendo ocupado por uma mulher, com o uso de um feminino específico. Mulher, homem, macho, fêmea, transsexual, hermafrotita.... faz diferença? Ainda cremos que um sexo se sobreponha a outro? Tanto sutiã queimado pela igualdade e agimos em favor da “supremacia” feminina! Ouço tanta bobagem a respeito de mulheres, que humanizam a gestão, que são mais isso, que tem mais aquilo! Bobagem!
Mulher e homem podem exercer diversos papéis com mérito ou vergonhosamente. A espécie é Humana e a essência é a mesma independente do sexo ou orientação sexual!

Por outro lado não podemos mais cair nas falácias de que eleger uma mulher pode ser melhor pelo simples fato de ser mulher. Mais do que nunca é preciso ter em mente que PRESIDENTE não é salvador da pátria, seja ele homem ou mulher.

Portanto meus caros...  PRESIDENTA, o cacete!

2 comentários:

Ro Malet disse...

Eu tbm não acho a expressão da smais agradaveis Val, sei lá, acho que falar presidente já está de bom tamanho para ambos os sexos.
Na verdade, acho que repetição contínua do termo é mais para destacar: oh! temos a primiera presidente mulher no país!

Mas fiquei imaginando mudar todos os termos sabe, eu virar uma estudanta e um artisa, virar artisto e etc...
é muita coisa mesmo.

Pastelzinhos de carne de porco? Não tive o prazer de saborear um desses ainda.Apenas de carne de gado mesmo e frango.

Beijocas.

Clara disse...

Seu blog é ótimo! :)
Quero te convidar para um sorteio no meu blog..
Aparece lá!

beijo!